Terça-feira, 26 de Março de 2013

O que sinto…

Vou tendo assim

Pedaços soltos de ti

Que tento unir cada vez que te vejo

Que tento sentir cada vez que te beijo

 

Assim te vou respirando

Aos poucos… assim… devagar…

Sem saber como será o próximo segundo

Sem saber se te mudas para o meu mundo

 

Não te prendo nem te amarro

Quero que corras até te cansares

Nem sempre sei o que sonhas acordado

Nem sempre ilumino o lugar ao teu lado

 

Peço à lua que me conte tudo

O que lhe segredas com o teu olhar

Diz-me que se encandeia com o meu reflexo

Diz-me que é tudo demasiado complexo

 

E eu pergunto-me… muitas vezes…

Qual o desfecho que nós vamos ter…

Por mais que me esforce nada consigo ver

Por mais que me esforce não te consigo ter…

publicado por SRock às 08:14
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Luta de silêncios

. ...

. Fugiste daqui

. Não sei quem quero ser…

. Por tudo...

. O que sinto…

. Mesmo antes de acordar

. Caminho...

. Um desejo de Natal

. Sonhos…

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2014

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds