Terça-feira, 2 de Abril de 2013

Não sei quem quero ser…

Não sei se te quero

Muito, pouco ou nada

Por vezes desespero

Sinto-me amarrada

 

Presa ao que não tenho

Livre no que posso ser

Fecho o rosto num acanho

Calo a voz para me esconder

 

Não sei quem quero ser

Se adormeça despida de ti

Se me deva nos teus braços envolver

Se cante o teu nome que não esqueci

 

Não sei quem quero ser

A musa de quem te escondes

A deusa que te quer ter

Se atravesse tantas e tantas pontes

Para depois te perder

 

Segues em frente…

Nunca hesitas no teu caminho

E quando a tua pele perde o quente

Vens aquecer-te no meu carinho

 

E eu continuo aqui

Sem saber quem quero ser

E perco tempo a olhar para ti

E o dia está a amanhecer  

 

Não sei quem quero ser

Se adormeça despida de ti

Se me deva nos teus braços envolver

Se cante o teu nome que não esqueci

 

Não sei quem quero ser

A musa de quem te escondes

A deusa que te quer ter

Se atravesse tantas e tantas pontes

Para depois te perder

 

publicado por SRock às 01:16
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Aquele que escuta a 13 de Abril de 2013 às 00:07
Finalmente
O sentimento que transporta a mágoa e que aquece a alma, corre quente nessas veias de poetisa.

Bem vinda de volta!
sai um LIKE

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Luta de silêncios

. ...

. Fugiste daqui

. Não sei quem quero ser…

. Por tudo...

. O que sinto…

. Mesmo antes de acordar

. Caminho...

. Um desejo de Natal

. Sonhos…

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2014

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds