Quinta-feira, 28 de Junho de 2012

Pára, escuta e olha...

Pára!

Será que consegues parar?

Só por uns instantes…

Pára e respira fundo…

Isso… assim… de olhos fechados

E sente…

Sente a tua vibração...

Despe-te de preconceitos

Pára de lutar contigo próprio

Porque essa batalha que travas

É só contigo…

Cede… A ti próprio…

É difícil?

Não é… só tens que parar

Parar para reflectir…

 

Escuta…

Ouves?

Ouves o teu coração que te pede tréguas?

Ele sabe que tu consegues amar…

E que te consegues entregar…

Basta que o deixes bater…

Sem revolta… sem culpa…

Sem tentares correr para o lado oposto…

Sem fugires de ti próprio…

Escuta…

Escuta a voz que te sussurra ao ouvido

E que te diz para voares…

É a tua voz interior… Que ignoras…

Liberta-te!

Não te amarres a ti próprio…

Sai da tua teia...

 

Olha!

Olha e descobre quem és…

Encontra-te contigo…

Frente a frente

Isso… assim… de olhos fechados

Olha para dentro de ti e diz-me quem vês…

Consegues ver?

Consegues ver que tens muito mais?

Muito mais do que imaginas…

Permite-te olhar… e ver…

Mesmo que a imagem pareça turva

Mesmo que tenhas que chorar

Para depois a veres mais nítida…

Mesmo que tenhas que lavar a tua alma

Com as lágrimas retidas que vão rolar

Quando encontrares a tua luz dourada

 

publicado por SRock às 01:26
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 23 de Junho de 2012

Luzes e sombras...

Na luz da tua sombra

Navego sem hesitar

Danço à chuva...

Corro sem parar...

 

Na luz da tua sombra

A minha consigo vislumbrar

Vestida e nua...

Perdida ao luar...

 

Na luz da tua sombra

Sinto a paz e o calor

Entre ondas de espuma

Onde te chamo 'meu amor'

 

Na luz da tua sombra

Caminho sem tropeçar

Observo-te com atenção

Traço o mapa do teu olhar

 

Na luz da tua sombra

Ilumino os meus olhos apagados

Aqueço a minha pele arrefecida

E enrolo-me em abraços apertados

 

Na luz da tua sombra

Mostro ao mundo quem eu sou

Dou saltos sem vara

E grito como quem já amou

 

Na sombra da minha luz

Despejo um mar bravo de granizo

E amachuco com as mãos

Papéis que já não protagonizo

 

Na tua e na minha sombra

Escondemos medos e fobias

Apagamos luzes trémulas

Que não brilham e são vazias

 

Na minha e na tua luz

Contemplamos chamas que crepitam

Acreditamos nos rios que correm

Trocamos beijos que nos levitam

publicado por SRock às 23:34
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Junho de 2012

Não tenho paciência...

Não tenho paciência

Para os que passam toda uma vida

A criticar e a julgar tudo e todos

A comentar sobre tudo e sobre todos

Apenas porque sim

 

Não tenho paciência

Para os que são arrogantes

Na forma de tentarem atingir os outros

Que só destroem em vez de construir

Apenas porque sim

 

Não tenho paciência

Para os que se queixam da vida

E nada fazem para se erguerem

Tentando arrastar tudo e todos

Apenas porque sim

 

Não tenho paciência

Para os que invejam os outros

E nada fazem para serem melhores

Acomodando-se apenas

E apenas porque sim

 

Não tenho paciência

Para os que não reconhecem os seus erros

E ainda os negam como se fossem apenas ilusão

De alguém louco

Apenas porque sim

 

Não tenho paciência

Para os que repetem sempre as mesmas falhas

Anos após anos…

E que ainda tentam convencer os outros

Que ‘não foi com intenção’…

Com o ar mais inocente deste mundo

Não apenas porque sim

Mas sim porque ou estão doentes

Ou por pura maldade…

 

Não tenho mesmo paciência…

publicado por SRock às 01:10
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 12 de Junho de 2012

Não devo dizer...

Não devo dizer que me custou esperar por este final de tarde
Mas posso afirmar que valeu a pena e que fiquei mais 'rica'...

Não devo dizer que tinha tantas saudades tuas
Mas posso afirmar que o teu olhar hoje as levou com ele...

Não devo dizer que esta distância me consumia
Mas posso afirmar que quando estás perto eu fico mais feliz...

Não devo dizer que duvidava que 'nós' pudéssemos ser uma realidade
Mas posso afirmar que amei ouvi-lo da tua boca...

Não devo dizer que o rio que se atravessava entre nós era bravo e agitado
Mas posso afirmar que adoro a ponte que juntos construimos...

Não devo dizer que sofria em silêncio por não te encontrar no meu espaço
Mas posso afirmar que esse espaço esteve sempre aqui à tua espera...

 

Não devo dizer que é difícil dormir longe do teu colo

Mas posso afirmar que é com ele que sonho todas as noites...

 

Não devo dizer que a minha boca tinha sede do teu beijo

Mas posso afirmar que o toque dos teus lábios a saciou...

 

Não devo dizer...

Mas posso afirmar...

publicado por SRock às 23:17
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Junho de 2012

Amar é partilhar...

Mergulha na paz da noite

Deixa-te ir nos seus braços

Num embalo sereno

Em ondulações suaves

Nascidas do sopro calmante

Da lua que não dorme

 

Flutua assim

De olhos fechados

Num mundo perfeito

Sem dor

Sem tormentos

Sem mentira

Sem amargura

 

E sente…

Sente a leveza

Levita

E deixa-te levar

 

Aí não tens que lutar

Não tens que chorar

Não tens que sofrer

Nem tens que arriscar

A perder quem te procura

Sem te encontrar

 

Esse lugar é só teu

Absorve-o com a alma

Inspira-o de coração aberto

 

E depois…?

Depois agarra-o

Abraça-o intensamente

Quando a manhã te acordar

E com ela trouxer de volta

O turbilhão de pesadelos

Que te tiram a lucidez de acreditar

Que amar é partilhar...

 

publicado por SRock às 22:33
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Junho de 2012

Thoughts..​. Memories..​. Moments...

Memories we keep in our hearts...
More than in our minds...

 

We may forget details
Of what we were wearing
Or if the sun was shining
Or if the rain was falling down from the sky

 

But we don't need to close our eyes
To feel the smells around,
The feelings inside our souls,
To hear the laughs,
To feel the touch

 

The moments we've shared together
I'll keep forever as a precious treasure

In my little box called 'why life worths'

 

It's difficult to choose the 'best moment'
Because each one was so particular...
Laying on the grass...
Having a nice lunch at 'The River's Cafe'...
Drinking really good red wine...
Playing snooker...
Dancing like crazies...
Going to the Miike Snow's concert
The tour in London and Thames river...
Drinking beer in amazing pubs...
Hearing your beautiful poems
Taking the wrong bus late at night...

Sleeping in your arms...

 

Maybe we could be good lovers
In other circumstances...

But love is sharing
Is caring
Is embrancing life
And we have that!

publicado por SRock às 01:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Luta de silêncios

. ...

. Fugiste daqui

. Não sei quem quero ser…

. Por tudo...

. O que sinto…

. Mesmo antes de acordar

. Caminho...

. Um desejo de Natal

. Sonhos…

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2014

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds