Quarta-feira, 23 de Novembro de 2011

Se me perguntassem o que é que a vida já me ensinou, eu responderia...

 Ensinou-me que pode não haver amanhã mesmo que tenhamos feito muitos planos

Que mesmo que o sol brilhe muito agora, pode já não brilhar daqui a pouco

Que a palavra ‘amo-te’ é proferida vezes demais porque quem não a sente e vezes de menos por quem a sente

Que quando caímos temos sempre duas opções: ou continuamos caídos ou levantamo-nos

Que devemos sempre ouvir os outros quando precisam que alguém os escute

Que não devemos ter vergonha de pedir ajuda quando precisamos

Que não devemos conter as lágrimas quando temos vontade de chorar

Que um amigo é quem está ao nosso lado mesmo que esteja fisicamente distante

Que às vezes um abraço forte e sentido vale mais do que mil palavras

Que às vezes precisamos de fazer disparates e seguir por caminhos menos certos

Que há almas com a mesma vibração que a nossa

Que devemos dar sempre uma segunda oportunidade a nós próprios

Que o facto de falharmos hoje não significa que falhemos sempre

Que o facto de hoje estarmos no fundo dum abismo não significa que não consigamos sair dele

Que por cima do céu mais nublado há sempre um sol brilhante

Que a semente mais tosca dá frutos lindos se cuidada da forma correcta

Que um sorriso dado a alguém na hora certa pode fazer a diferença mesmo que nunca o venhamos a saber

Que mesmo de joelhos podemos continuar a caminhar

Que uma hora de exercício físico por dia pode ser viciante e libertar a nossa mente

Que um desafio pode unir duas pessoas

Que devemos viver os momentos dourados das nossas vidas com toda a intensidade

Que assistir ao nascer do sol pode significar assistir ao nosso próprio renascer

Que se conseguirmos gritar mais alto que o som das ondas do mar a seguir nos vamos sentir muito melhor

Que correr na praia de manhã cedo pode alterar todo o dia que ainda temos pela frente

Que dar a mão não é apenas entrelaçar os dedos

Que os cheiros nos fazem transportar no tempo

Que uns olhos brilhantes iluminam mais que uma lâmpada

Que a palavra saudade tem um significado muito mais forte do que muitas pessoas lhe atribuem

Que quando se perde alguém muito querido a ferida nunca sara

Que o sabor da dor é salgado, arde mas não cura

Que quando temos dois caminhos para optar, devemos seguir o do primeiro impulso

Que o medo nos impede muitas vezes de sermos felizes e vivermos experiências únicas

Que se não acreditarmos em nós próprios mais ninguém o fará

Que mais que alimentarmos o corpo devemos alimentar o espírito

Que às vezes estar sozinho pode ser muito bom para nos conhecermos melhor

Que quando temos muita sede a melhor coisa que podemos fazer é beber água

Contudo ainda não sei o que vim cá fazer…

 

publicado por SRock às 15:26
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Maria a 24 de Novembro de 2011 às 00:25
:)

Fernando Pessoa disse

"Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo"
Espero que um dia tenhas o teu castelo, bem grande com uma data de assoalhadas já tens pedras suficientes e depois ........ possas sorrir novamente
Gostei da ideia

Beijo grande
PG

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Luta de silêncios

. ...

. Fugiste daqui

. Não sei quem quero ser…

. Por tudo...

. O que sinto…

. Mesmo antes de acordar

. Caminho...

. Um desejo de Natal

. Sonhos…

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2014

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds