Terça-feira, 10 de Janeiro de 2012

Alma de luz quente

Apareceu...

Numa noite escura e fria

Sem estrelas

Sem luar

 

Apareceu sem eu esperar

Nem fez barulho ao passar

Mas iluminou tudo em redor

 

De mãos abertas

Calor no coração

Voz doce como o  mel

E uma mala cheia de sonhos

De várias cores

 

E eu... já sem sonhos

Virei costas e segui

 

Mas a alma de luz quente

Veio presa à minha sombra

E disse-me que sonhar era viver

Que desistir era perder...

 

Abracei-a...

E fiquei a sentir o seu calor

Até amanhecer...

publicado por SRock às 00:21
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De PG a 13 de Janeiro de 2012 às 13:42
Adorava sentir essa alma quente existiram tantas pessoas que queria sentir novamente, nem que fosse um sopro de luz....quente.
Beijo querida

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Luta de silêncios

. ...

. Fugiste daqui

. Não sei quem quero ser…

. Por tudo...

. O que sinto…

. Mesmo antes de acordar

. Caminho...

. Um desejo de Natal

. Sonhos…

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2014

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds